Você é um agregador ou desagregador?

agregar

25 jan Você é um agregador ou desagregador?

*Por Nelson Fukuyama

As duas situações a seguir podem ilustrar bem como um profissional pode separar ou juntar um grupo de pessoas.

Situação 1

Um belo dia, depois de tantos anos de sucesso, uma banda de rock anuncia o seu final. Disse depois o seu líder: “Começamos a ter uma série de atritos porque um membro não estava contente com a situação e começou a fazer fofocas e críticas. Isso começou a dividir o grupo. Nosso relacionamento de longa data ficou desgastado e a melhor saída foi acabar com a nossa banda”.

Situação 2

Depois de uma temporada desastrosa, o time de futebol começou a ganhar a maioria das partidas que disputava, chegando à sua melhor classificação no campeonato do ano.  A explicação do técnico foi: “depois que o jogador tal foi contratado, ele começou a espalhar um novo ânimo aos colegas e com isso o time conseguiu firmar-se como uma equipe e saiu da má fase.

Situações como essas acontecem também dentro das empresas.

Um profissional que está satisfeito com o que faz, com a sua posição dentro da empresa e com seu salário, pode muito bem adotar para si o papel de agregador da equipe. Ao contrário, alguém que critica os colegas o tempo todo, estará desestimulando (até desestruturando) o grupo.

A postura que um profissional adota dentro do ambiente de trabalho tem, para mim, muito a ver com as atitudes que toma desde a sua infância. O garoto, ao perder uma partida de futebol, começa a criticar o seu treinador e os seus colegas, fazendo comentários maldosos sobre eles ou até mesmo parando o jogo e levando a bola para casa. A estudante que não consegue se destacar dentre as seus colegas de classe passa a criticar tudo o que as demais fazem, até que consiga separar uma das outras.

O lado negativo de ser desagregador: qual é a imagem que você mostra a todos ao seu redor quando se deixa levar por colegas de trabalho que costumam fazer fofocas, espalhar rumores e até mesmo praticar terrorismo, através de críticas indevidas à empresa e demais colegas? Claro que com esses a sua imagem estará correndo sério risco.

Por outro lado, você só terá benefícios quando se juntar àqueles que estão se esforçando para colaborar de fato com a equipe, apresentando sugestões, ideias e batalhando pelos seus ideais. Esteja certo de que você só terá a ganhar perante a empresa e colegas, o que ajudará no desenvolvimento da sua carreira.

Portanto, seja um agregador e fique longe dos desagregadores. E isso vale para qualquer situação, seja profissional, seja pessoal.

*Nelson Fukuyama é Editor-Chefe do portal Dicas Profissionais e também Colunista dos portais Carreira&Sucesso da Catho Online, Revista Atitude Empreendedora e Administradores para os quais escreve sobre as suas experiências como consultor e executivo de empresas nacionais e multinacionais.

Fonte: Dicas Profissionais 

Nenhum comentário

Ecrever comentário